Nossa Senhora da Defesa

Dia 18 de setembro

História de Nossa Senhora  da Defesa

Em 1410, época da imigração. Durante um inverno rigoroso, o exército dos Godos, vindo do norte, estava na Bacia de Ampezzano, na Itália. Eles se colocaram em posição para o ataque. Os habitantes da região começaram e se organizar para se defenderem. Mas eram pobres, não tinham nem exército, nem armas e muito menos treinamento para combater o inimigo.

Só restou aquelas pessoas rezar. Foi exatamente isto que fizeram. Unidos em oração pediam a Nossa Senhora para defende-los.

O exército Godo partiu para o ataque. O povo rezava cada vez mais e mais. Então Nossa Senhora, apareceu sobre as nuvens. Ela estava com uma espada de fogo na mão direita, e no braços esquerdo estava o Menino Jesus. Nossa Senhora desceu próximo a local que o povo estava esperando para se defender. Ou melhor no local em que eles seriam massacrados.

Nesse momento, Nossa Senhora, faz descer nuvens espessas que causam uma grade escuridão. Os godos continuaram avançando, mas não enxergavam nada. Ficaram confusos, e atordoados começaram a lutar entre eles mesmo. Lutaram com tanta violência, que destruíram-se uns aos outros. O povo italiano, emocionado e agradecido, a partir daquele dia passou a chama-La, Nossa Senhora da Defesa.

Inicialmente Ela começou a ser venerada com este título na Catedral de Ozieri, que fica em Sassari, na Itália. Rapidamente a devoção se espalhou pelo mundo todo.

O Santuário de Nossa Senhora da Defesa, foi construído em 1750. Em cima da porta principal da Igreja deste Santuário, tem uma pintura que representa este momento da história, do povo da Bacia de Ampezzano, que é contada de geração em geração.

 

Doce Coração de Maria, sede nossa salvação !

madonna-della-difesa.jpg
defesa.jpg