Nossa Senhora da China - Festa movel -  segundo domingo de maio. 

Nossa Senhora da China - Nossa Senhora Imperatriz da China - História

 

Nossa Senhora da China apareceu em 1900, na aldeia chinesa de Dong Lu, à 140 quilômetros de Pequim.

Um lugar pobre, talvez um dos lugares mas pobres da China na época, por isto era chamo "o lugar de mendigos". Os Padres Vicentinos foram os primeiro a irem para lá evangelizar.

Em 1900, havia lá, aproximadamente 700 cristãos. Mas estava acontecendo a "Rebelião Pugilista", que apoiados pela imperatriz a viúva Cixi, começaram a eliminar os Cristãos e ocidentais, que estavam na China.

Em junho de 1900,  se refuriaram lá 9 mil pessoas, fugindo da perseguição e morte. Então os "soldados" cerca de 10 mil homens resolveram atacar Dong Lu.

O sacerdote Chinês Pai Wu, pediu a intercessão de Nossa Senhora. Pois a aldeia estava cercada, pelos soldados para iniciar o ataque. Quando os soldados foram invadir o povoado, Nossa Senhora apareceu, vestida de branco em cima da aldeia. Então os que iriam invadir o povoado, atiraram para a imagem, que pairava sobre o povoado. Vendo que nada podiam fazer contra Ela, o medo tomou conta deles, que fugiram apavorados.

Imediatamente após estes acontecimentos, a população, começou a construir uma Igreja no local, que, após construída foi dedicada a Nossa Senhora. Uma imagem Nossa Senhora vestida com o manto real, com o Menino Jesus no colo, foi colocada na Igreja, Imagem que retrata a expressão do povo chinês.

Em 1924, no Sínodo dos bispos chineses em Xangai, o Bispo Jesuíta Henri Lacroart, defendeu que a China, Mongólia, Tibete e Manchúria, fossem consagrados a Nossa Senhor, com o título "Nossa Senhora Imperatriz da China". Sua proposta foi aceita.

Em 1932, o Papa Pio XI, declarou o Santuário de Nossa Senhora da China, local oficial de peregrinação. Em 1941, o Papa Pio XII, autorizou a festa Litúrgica .

Em 1973, Sua festa foi aprovada pelo Vaticano no segundo domingo de Maio.

Apesar das perseguições contras os Cristãos Católico, na época . O Santuário de Dong-Lu, em 1995, chegou a receber 100 mil fieis.

Porém os comunistas chineses, destruíram completamente a Igreja, e prenderam o Bispo que lá se encontrava, e o mantiveram preso, por muitos anos. Mas a imagem de Nossa Senhora, não foi destruída, pois a que tinha no local é uma cópia, a original, permaneceu em posse de Padre que a mantem escondida. Mesmo sem a Igreja, atualmente vários fileis vão ao local disfarçadamente para fazer sua veneração, ao local que apareceu a imagem.

 

Doce Coração de Maria, sede nossa salvação!

 

Nossa Senhora da China ---.jpg
Nossa Senhora da China -.jpg